07
Mar

O cafona chic: A genial inversão da Balenciaga

Mais um PFW terminou, e dessa vez, a Balenciaga que dominou a semana de moda parisiense. Com uma passarela de chão branco, remetendo a neve, numa coleção inspirada em snowboard, outwear e frio extremo, além de uma montanha de 20 metros, toda grafitada… Assim começou o desfile da Balenciaga!

 

Foi a primeira vez, que o estilista Demna Gvasalia, apresentou uma coleção mista, masculino e feminino, além da parceria da marca com a PMA (Programa Mundial de Alimentos) mostrando uma série de peças com o logotipo da organização, e a locação – ao norte de Paris- já era reflexiva por si só, pois os convidados tinham que passar perto da maior área de refugiados da cidade, refugiados assim como o próprio estilista, que teve que sair de Georgia com a sua família, quando criança, por conta da guerra com a Russia.

Os looks, foram, no mínimo, marcantes, vestidos curtos com animal print de zebra e jaquetas com ombros marcados, assim começa a definição de cafona chic da coleção. Além disso, o desfile contou com parkas gigantes, e volume é a palavra chave para essa coleção 

”O gosto, o mal gosto, o gosto burguês” diz Demna, que ao meu ver, ele realmente zomba da moda burguesa, porquê, como eu disse, no título do post, a coleção foi marcada, principalmente, por aspectos cafona, como as fendas bi-laterais, num vestido comprido de zebra. E Demna faz isso com a consciência de que esses cortes e ”tendências” serão copiadas no mundo todo, porém ele é tão genial, que a construção das peças eram impecáveis, como a construção 3D em algumas peças, cujo ele fez o scan no corpo, passou numa impressora 3D, pegou o tecido(tweed, lã) e moldou em cima de uma base foam super leve, e o resultado foi esse da foto a cima.

Outra coisa que me chamou MUITO atenção no desfile, foi o casting: Composto por modelos com verrugas, sem sobrancelha, infelizmente, todos magros, porém, para um desfile em Paris, em uma grife de peso como a Balenciaga, acho que estamos caminhando para o fim da perfeição e do maldito padrão, na moda! Amém, né?

A medida que o desfile foi acontecendo, os looks foram ganhando volume e quantidade; alguns deles chegaram a ser compostos por 5 peças, apenas na parte de cima ( sabe aquele jeitinho brasileiro de colocar uma peça em cima da outra, quando está frio? então, foi exatamente isso)

Sem sombra de dúvidas, as parkas e o uso do xadrez escocês foram  o ápice de um desfile maravilhoso, cheio de conceito por traz do show.

este é meu fav de todos!!!

 

E aí, o que acharam do desfile? Comenta aí!

XOXO

 

 

 

 

 

 




Compartilhe:

0 Comentários

14
Jan

As tendências da #LFW

Mais uma semana de moda masculina começou e já separamos as maiores tendências, que foram desfiladas na #LFW

Já faz um tempo em que estamos vendo a sobreposição ganhar espaço na moda, e na semana de moda de Londres a tendência veio bem forte!!

 

Para quem quiser apostar na sobreposição, dá para combinar peças over por baixo com peças mais justas por cima, criando o efeito desejado.

 

Use peças maiores! O mandado da vez é conforto,e a tendência Oversized é uma das melhores apostas para quem busca isso. Calças largas, camisas largas, super casacos (difícil no Brasil kkkk) criam muito bem o look total oversized.

Maxestampa no look inteiro também está super em alta na #LFW. Vimos isso em grifes como Vivienne Westwood e outra tendência são os recortes geométricos e totalmente novos, combinados com tricô.

 

Espero que tenham gostado

Até o próximo…

XOXO




Compartilhe:

0 Comentários

26
Set

#MFW – Moschino verão 2017

Quem pensa em Moschino e não pensa em peças fun? Hoje, essa já é a marca registrada da grife, e no desfile de verão 2017 em Milão, a marca apresentou algo que pode até ser tido como crítico. Depois de batata frita, spray, barbie, urso e etc, chegou a vez dos comprimidos dominarem a passarela! Isso mesmo que você está pensando, Jeremy Scott trouxe remédios em forma de acessórios muito mais do que desejo!

mochino+2017+painkillers+garotos+urbanos

Sem dúvidas, isso é, no mínimo, excêntrico. Muitos falaram que poderia ser uma crítica: A moda como uma doença. Outros, já dizem que é apenas mais uma brincadeira do estilista mais pop da atualidade. Crítica, ou não, sem dúvidas essas bolsas em formatos de cartela de remédio ou de frasco, vão sumir das prateleiras!

E aí, o que vocês acharam da nova coleção da Moschino? Comenta aí! 

 

Até o próximo…

XOXO

 

 




Compartilhe:

0 Comentários

09
Set

Snap in real life: Beleza inusitada na NYFW

landscape-1473434390-new-lead

O fashion Week sempre é responsável por trazer coisas inusitadas aos nossos olhos, e essa jogada da Desigual foi certeira!!! Nesta quinta-feira começou a maratona de Fashion Week, no cronograma oficial ( New York, Londres, Milão, Paris e São Paulo, claro) e já foi iniciado com um toque de diversão, e talvez de crítica.

desigual+nyfw+garotosurbanos

Crítica ou não, o negócio é que, sem dúvidas, muitas ideias para o halloween ou para o carnaval já foram salvas, e eu sinceramente acho que esse foi o principal intuito da beleza desfilada no desfile, porque o que importa é a diversão, e moda se trata disso.

desigual-1

Então é só por a mão na massa de forma criativa para fazer seus próprios filtros reais do snapchat (  já me segue lá: eurodriguesk) Makes, tinta para rosto, cartolina… Tudo o que foi usado para criar a a beleza do desfile da Desigual.

Models get ready backstage for Desigual during the New York Fashion Week on September 8, 2016 / AFP / ANGELA WEISS        (Photo credit should read ANGELA WEISS/AFP/Getty Images)

Vamos aguardar de braços abertos e olhos brilhantes o que as semanas de moda trarão!

Até o próximo…

 

XOXO




Compartilhe:

0 Comentários

20
Ago

Cara Delevingne diz que não vai mais ser modelo

cara-delevingne2

 

 

Em uma entrevista para o jornal britânico The Times, Cara Delevingne disse que não vai mais trabalhar com moda. O motivo não seria apenas o grande sucesso que ela está tendo nos cinemas e na bilheteria de Cidades de Papel. Porém não é só isso. Ela disse que sua auto estima estava abalada e casos de assédio sexual.

Com 22 anos, Cara é uma das modelos mais famosas e prestigiadas de sua geração, e tem mostrado cada vez mais interesse pelo cinema e diz que é onde ela tem se sentido melhor ultimamente. Cara disse ” Trabalhar como modelo é o oposto do real”

Cara abandonou a agência Storm da qual pertencia desde que tinha 15 anos. Agora a agência de talentos William Morris a representa e diz que pode ser que Cara ainda faça aquelas campanhas irrecusáveis ( como a Chanel)

Cara parece estar bem decidida na escolha e desejamos um futuro brilhante independente da carreira que ela decidir seguir, Give them your best shot!

XOXO




Compartilhe:

0 Comentários